segunda-feira, 23 de junho de 2008

Re-leitura de Meireles:
Pedaços - Dry Neres



Inscrição na Areia

"O meu amor não tem importância nenhuma.
Não tem o peso nem de uma rosa de espuma!
Desfolha-se por quem?
Para quem se perfuma?
O meu amor não tem importância nenhuma". - Cecília Meireles


---------------------------------------------------------


... Realmente não importa muito. Porque o meu amor é amor de outrem. É?
Porque quanto mais eu tento fugir dele... ele, sem corpo, chega perto de mim sem mensageiro.
Assim... de "supetão"! E o perfume meu, não é sentido pelo amor meu.. que não faz parte de mim... Acho que nem de ninguém... esse amor é muito livre! Isso me fascina...
A rosa não se abre... Pelo contrário, se contrai, se enclausura... Num seio outro!
É um desespero calmo. É uma calma de onda. Que vai... vem... ninguém... tudo... areia... que o mar... leva... sempre... e volta... os ped-aço-s... pra dentro de mim... eu, o caos!

4 comentários:

Poeta Mauro Rocha disse...

As palavras desta senhora dizem muito, sou apaixonado por Cecília Meireles, por causa dessa paixão minha filha se chama Cecília.

Um abraço e beijo!!

MAURO ROCHA

Filósofo disse...

O amor é como uma oração, uma prece...
não pertence a quem faz e sim a quem recebe...
Belas palavras , chegaram na hora certa.
Um abraço...

Amannfredini disse...

Para uma bela citação, um belo texto!
Gostaria de fazer algum comentário mais interessante, porém não deixaria de ser real rebater TODAS as palavras que você comentou em meu último post.
A recíproca é absurdamente verdadeira!

Forte abraço!

prafrente disse...

"quanto mais tento fugir dele..."

Não fuja.O amor é o único sentimento que dá sentido á vida.

" A vida só tem sentido se tivermos com quem partilhar as nossas emoções..." Paulo Coelho

É dando que se recebe...