segunda-feira, 7 de julho de 2008

Ser "Onomatopáico" - Dry Neres





AH! AH! AH! BBRZZ! AHHH! AAAH!! BLAST! BRUUM! ARF! ARGH! ATCHIM! BUZZZ! BZZZ! ATHCHOO! CHOMP! NHOC! NHAC! NHEC! COFF! OSS! USS! GLUB! GLUB! GLUB! BLUB! GLUG! OOPS! UPA! EPA! PSST! SMACK! SOC! POW! SOCK! ZZZ! VROM! BRUM!

Ah, e porque tudo tem sempre que ter sentido?!
Puts, não consigo entender isso não!
Pow, me dá um tempo!
Atchim, tenho alergia!

Nos ensinaram a fazer barulho sempre. Desde que nascemos. Ninguém ensina que o silêncio é belo. Se o aluno é "interrogado" na sala de aula e fica calado, ele é visto como o "vazio". Se a mulher não chora quando o marido vai embora, olham pra ela como safada" (vai querer trair o cara, assim que fechar a porta!) Se eu escrevo meus "nadas"... Me chamam de lunática!
Nossa, como eu adoro! Preciso escrever mais lixos...

6 comentários:

◘◘◘ disse...

Lixos?!?!?!?!
Precisamos rever conceitos... hehe
De fato, meu texto se refere à ausência...
Ausência de humanidade nas pessoas.

Grande beijo!

Filósofo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Filósofo disse...

Entra no silêncio, longe dos muitos e escuta uma única palavra. Que irá subir do fundo do mar. Basta ouvir uma vez e depois o silêncio!
Um abraço!

KÁTIA CORRÊA DE CARLI disse...

Adorei seus "lixos" rs! Sério!
Você tentou verbaliza-los em voz alta? Ri um tanto aqui, sozinha, que nem louca.
Obrigada,
beijo

prafrente disse...

Olá
Este mundo da virtualidade, em que cada vez mais nos comunicamos,está a transformar o universo numa aldeia global.
É maravilhoso saber que, estando em Portugal,com um simples "clique",posso enviar minha mensagem para o Brasil...ou para qualquer outra parte do mundo.

Precisamos de oásis de silêncio para encontrar o nosso equilibrio existencial.
Mas a sua duração e intensidade depende das caracteristicas psicológicas individuais.Cada ser humano é único e irrepetível.
Nossos objectivos são comuns mas os caminhos de acesso são individuais.

Bj...de Portugal

Poeta Mauro Rocha disse...

Lixos desses, como o ouro do silêncio e o barulho que não incomoda e sim informa, é melhor ser lunático.

MAURO ROCHA