sexta-feira, 25 de julho de 2008

Algum que não soube lidar com o amor
Dry Neres



Quando eu falo que estou anestesiada, ninguém me leva a sério. Eu queria ser sábia o suficiente pra entender que tudo começa e termina; às vezes, nem começa mas termina assim mesmo. Esse sorriso meu parece feito de cal. A face só tem brilho quando se aproxima da sua luz dos olhos... É incrível como cada passo tem sido desajeitado, as calças frouxas e o cabelo alinhado demais. É ironia do destino! ... se algum dia tivesse me avisado que poeta era como vento escorrendo pelos dedos do "Amor-amado", eu preferiria ser poeta. É verdade, eu não sei me livrar disso. É uma condição. "Eu sou poeta e não aprendi a amar"! Estou fadada a esse destino. Mesmo que como negro escaravelho, me enclausure num seio confortável, quereria eu ser como abelha saqueadora, até que teu mel me pousasse na língua. Quantos sonhos foram, quantas palavras foram, quantos foram... não voltou nada. Nem o eco da minha voz se ouvia, mesmo em meio ao nada; montanhas que se fechavam, se abriam e a água do mar que desenhava nas pedras teu corpo. Eu só queria tocar tua alma. Devanear, verbo transitivo e intransitivo, verbo irregular, assim como é irregular o meu pensar despreocupadamente. Você é verbo no meu presente, você tem todos os elementos semânticos que sacodem qualquer poeta do pó. O silêncio tem me parecido redemoinho, e como me é doloroso dormir com um cheiro que repousa nos meus lábios, com uma voz que se fez meu cobertor, no local de inquietar-me.

Eu sou infante, errante! Ser "Onomatopáico", hiperbólico, metafísico, confluente. Você, meu predicado, minha doença. Mas agora não espero mais porta entreaberta. Mas agora não espero mais você, porque tenho três degraus acima e continuo sem decifrar se você deseja saber o que é escada. Pode gritar do Himalaia que eu alcanço você. Mas eu sei que não vou escutar nada... então vou sempre fingir escutar teu riso em cada rua... mas agora, me ofereceram um casaco pra cuidar do frio que tenho sentido. A idéia não me é tão agradável à priori, mas sei que se for trabalhada me será. E o frio pode dar lugar ao encontro. Utopia! Me deixei ser chamada de poeta uma vez... agora estou fadada, a sempre sentir frio, com casacos ou cobertores. E é isso que me move! ... Não deixa por favor, de aparecer nos meus sonhos mais longínquos e remotos...

8 comentários:

◘◘◘ disse...

E eu, há tempos, também não lia algo tão tocante...
Queria ter mais tempo para escrever e ler o que você escreve, mas anda meio complicado... A vida está corrida!
Mas eu sempre passo por aqui!

Beijão

Anderson Meireles disse...

Em tempos de frio, nada como um bom casaco...
Saiba, ás vezes um bom casaco esquenta muito mais que um cobertor.
E é mais elegante também.
Enfim, o importante é se aquecer,
um abraço!

Paradoxos disse...

perfeito, cada vez melhor!!!!

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Tocou-me muito o seu texto, Dry. Foi uma surpresa, pois não pensava achar algo tão denso. Ganhei um selo de "Blog de Ouro" e posso repassa´-lo para cinco pessoas. Já repassei a três, e escolhi você para recebê-lo também. Vá buscar no Meu Blog. Está logo na entrada, acima do meu perfil. Dará mais autenticidade ao seu Blog.
Um beijo,
Renata

prafrente disse...

Bem....fiqueiiiiii...sem palavras.

PARABÉNS.

Bjs de Portugal

KÁTIA CORRÊA DE CARLI disse...

Dry querida
Que lindo, e doído, e cifrado (perdoa-me, mas também sou poeta, e leio entrelinhas - uma vez fiz um poema, publiquei, e até hoje ninguém decifrou!)
Quanto ao Maurício apesar de todos os pesares, eu só contei o início! continuamos amigos! Pedi até para ele se manifestar para o pessoal não pensar que estou inventando rsrsrsrs.
beijos e bom fim de semana

cah disse...

nossa
isso me tocoou tantoo
tantoo mesmoo
fikeei a pensar a pensar nisso tudo ae
locuraa
http://imensidadx3.blogspot.com

Anônimo disse...

[url=http://kfarbair.com][img]http://www.kfarbair.com/_images/_photos/photo_big7.jpg[/img][/url]

בית מלון [url=http://www.kfarbair.com]כפר בעיר[/url] - שלווה, [url=http://www.kfarbair.com/about.html]חדרים[/url] מרווחים, אינטימיות, [url=http://kfarbair.com/services.html]שקט[/url] . אנו מספקים שירותי אירוח מיוחדים כמו כן ישנו במקום שירות חדרים הכולל [url=http://www.kfarbair.com/eng/index.html]סעודות רומנטיות[/url] במחירים מיוחדים אשר מוגשות ישירות לחדרכם...

לפרטים נא גשו לאתרנו - [url=http://kfarbair.com]כפר בעיר[/url] [url=http://www.kfarbair.com/contact.html][img]http://www.kfarbair.com/_images/apixel.gif[/img][/url]