segunda-feira, 13 de abril de 2009

Dias felizes, dias de sorrisos largos...
Dry Neres




Nesses dias em que meu corpo quis morar no seu, energizei-me de toda a poesia que somos. Me apego aos olhos, aos abraços, aos silêncios, às lágrimas de emoção. Me refaço nas certezas incertas que temos de nossas mãos entrelaçadas, sob a luz de uma estrela em meio à madrugada longa. Abraço o vento das noites ensolaradas que são quando nossas almas se unem e dançam no nosso palco de gente real. E tua fala e teu sorriso e teu jeito de me acarinhar e olhar nos olhos, me sustenta, me equilibra, me desenha. Sua pele é pura poesia nos lábios meus.
Eu adoro suas caras, seus jeitos, suas roupas nuas. Você é toda a minha poesia... E nunca me fora antes tão real, tão cheia de cor. Esses dias, meu amor, são dias felizes, dias de sorrisos largos. Custo a me acostumar com meu travesseiro vazio do perfume teu. Custo a me acostumar com os meus pés nus dos beijos teus. Meu lençol não tem tua silhueta desenhada e faz frio longe dos seus beijos.
Delicio-me com nosso gargalhar, com nossa cumplicidade e incluo nas gramáticas a língua que criamos para nós. E acrescento às literaturas todas as falas não ensaiadas no amor nosso; desse amor já adulto que se instalou em cada órgão nosso, em ato de troca sorridente. Sorrio... Sorrio de olhos fechados, respiração leve e sinto sua respiração próxima da minha.
Gosto de forma ímpar das canções que são entoadas para o nosso amor. Aprecio a poesia que se apresenta para o nosso amor. Fico encantada, boba, emocionada com as nossas vidas que escolheram o caminho de passos juntos. Inebriada de amor, sou banhada pela tua presença como o néctar banha os lábios dos famintos. Você me alimenta! Você me faz sentir um pedaço do céu dentro do meu coração.
Esses têm sido dias felizes, dias de sorrisos largos...
Pega minha mão, beija meu sorriso... P-E-R-M-A-N-E-Ç-A!!

3 comentários:

pensador made in vaso disse...

menina, olha, eu, em minha vaaasta experiência blogástica, eu nunca vi artista tão fabulosa, delicada e poética ao mesmo tempo. Eu preciso dizer: lindo! ótimo post!
hauhauahuahuahauahua
tirando a parte da zoa, o que eu disse é vero, como vc já está mais que acostumada (não digo careca, pq é feio rs) a ouvir meus elogios.
abraços libertários

Poeta Mauro Rocha disse...

Permaneça sempre, pois deve ter um sorrios lindo!!

Seus textos realmente estão maravilhosos.

BJS

Anderson Meireles disse...

Uma declaração de amor que comsegue ser leve e poderosa ao mesmo tempo...
Dry Neres é assim, por isso sou fã!
Abraço!