segunda-feira, 6 de abril de 2009

Declar-AÇÕES
Dry Neres



Ganhei olhos rasos de lágrimas fundas ao me deparar hoje com o coração pedindo explicações acerca de tanta dor. Ganhei punhos fracos ao tentar imprimir em linhas todo o sangue e suor e os retalhos dessa SOCIEDADE massacrada e TÃO CARENTE DE AMOR. Como é doloroso saber que a fome ainda se faz presente, mesmo com tanto avanço tecnológico, mesmo com todo 'avanço' desse mundo 'glo-BANALIZADO'. Dói-me saber que tenho meias nessa manhã fria e que do lado meu, alguém sente frio de bater os dentes. Quantas armas são apontadas e quantas almas são violadas do estado de pureza. E são apenas as grades que nós mesmos construímos e são prisões ao ar livre e são crianças tão tristes e são homens tão corruptíveis. É fácil ser apolítico e mais fácil ainda ser mais um revoltado; É fácil apontar o dedo para os que dobram as mangas e tomam a dor dos outros como a dor sua; Mais fácil é ainda, inventar uma vida que não é sua, usando máscaras com um tapa-olhos a fingir que do seu lado NÃO mora a fome, a solidão nossa.
Morte
Violência
Assalto
Estupro
Declar-AÇÕES
Vazias
Volúveis
Estáticas
Racionais
Declar-AÇÕES
Da mídia
Dos fracos
Dos gastos
Dos amargos
HISTÓRIA, FAVELA, CRIANÇA, QUE, MORRE, À, ESPERA, DE, ALGUMA, SALVAÇÃO. IDOSOS, QUE, NA, FILA, MENDIGAM, INSS. MORAIS, DE, REBANHOS, FALHADAS, CRISTÃOS, DE MENTIRA, CRISTÃOS? O, VERMELHO, QUE, DE, LUTA, BRANCA, ERA, PARA, SER, VIROU, APENAS, RETRATOS, IMPRESSOS, DE, ALGUMA, TANTA, NOSSA, DOR.
As vírgulas só são o espelho dos soluços aqui do coração raso de lágrimas.

8 comentários:

Poeta Mauro Rocha disse...

Triste mundo em que vivemos, escrevemos para acalentar a dor, para desabafar, mas na verdade a dor do mundo é maior que nos imaginamos.Triste, porém perfeito texto.

BJS

ParadoXos disse...

sempre admirei a tua capacidade de espalhar e/ou dividir as palavras nos poemas e mais uma vez tenho de te dizer que este ficou muito as mesmo muito bom. além de realçar o jeito singular das tuas palavras quero, sobretudo, sublinhar os temas do texto, de facto, ele toca em assuntos muito sérios e preocupantes das nossas sociedades que apesar de distantes sofrem das mesmas patologias!

a estrofe com letras maiúculas está MUITO PODEROSA!!!


beijão minha Fascínia, amiga

:-)

ParadoXos disse...

desculpa os erros no comentário!
acho que foi da emoção que senti

:-)

Poeta Mauro Rocha disse...

Ola! Passei apenas para desejar uma Feliz Páscoa.

BJS

Anderson Meireles disse...

Sem palavras. Tirou-me um nó da garganta.
Estou de volta ao mundo,
abraço!

José Boldt disse...

Esta coisa da Net é um mundo mas a gente sempre se encontra.

Foi muito agradável ver uma foto minha encostada a um texto lindíssimo
O meu obrigado.

E quem me dera saber escrever assim, não tinha mais que andar com uma câmara fotográfica a traz de mim.


Um abraço
José Boldt

pensador made in vaso disse...

perfeito! é como se minha alma cuspisse tudo o que sente e você transformasse esse vômito recôndito em poesia, rebeldia, em humanidade (em ambos os sentidos que aplico essa palavra). Choro!
abraços libertários

VANUZA PANTALEÃO disse...

Que talento ao dizer verdades tão duras do nosso cotidiano...

Saudade de ti, querida Dry!

Que a sua Páscoa tenha sido perfeita!!!Bjsss