terça-feira, 23 de junho de 2009

Autorretrato Horto-Gráh/fico
Dry Neres


Estranhoso é! No mínimo estranho há de ser!
Assinaram um Decreto! (Palmas e Risos)
Unificaram a Língua! (Palmas e Risos) Qual Língua?
O Dáblio, o Ípsilon e o Zê, agora fazem parte do alfabeto! (Congratulations!)
Esse é o nosso autorretrato!
'A Língua voa, a mão se arrasta' - Marcos Bagno
Desde quando o Brasil não fala o português luso? Uma língua? - A Brasileira!
Seria este um Acordo Político?
Não sei ao certo responder, visto o grau elevadíssimo de ignorância minha, quando a pauta trata de ignorância elevada ao cubo de outros.
Meu aparelho responsável por captar sons se cala. Sim, emudece!
MANIFESTO
EM DEFESA DA LÍNGUA BRASILEIRA

3 comentários:

Poeta Mauro Rocha disse...

Belo manifesto!! Vou te mandar um e-mail.

ParadoXos disse...

manifesta-te querida!!!
pois eu também ainda estou por perceber...

criativamente!!


beijos nossos


- falemos a lingua do amor.

Guida Sousa disse...

Estive em Lisboa por 10 meses e lá, principalmente, vi o absurdo que o acordo representa.
Não adianta mudar acentos, letrinhas, teria de mudar a cultura, o modo de expressão... e isso, felizmente, não fazem nem com política, nem com marketing, nem com reza braba! ;P